No dia a dia, o conflito entre gerações já se tornou algo bem cotidiano. O problema se torna maior quando esse assunto invade as portas das empresas que não têm tempo a perder. Quando o negócio é familiar, o tema assume uma relevância, às vezes, incontrolável e insustentável. Para tanto, algumas técnicas podem ser altamente eficientes no controle dessas situações.

Os trabalhos em equipes são importantes ferramentas de entrosamento entre as gerações. As opiniões conflitantes podem se complementar, com resultados surpreendentes. A mentoria pode também cessar as desavenças e construir um entendimento baseado em pontos de vista diferentes.

Um planejamento estratégico é outro aliado na construção de laços. Quando a empresa estabelece um objetivo comum, todos devem busca-lo e fazer parte do processo construtivo. A diferença de opiniões entre as gerações está na ideologia que existe entre elas. Fazer uma pesquisa de clima é o inicio para o entendimento das perspectivas de cada um, tornando-se uma aliada das metas individuais.

O devido feedback acompanhado por um mediador pode colocar à mesa questões de interesses individuais e coletivos que não seriam ditos intencionalmente. Ou seja, mostrar ao colega o que agrada ou não em suas posturas profissionais pode ser o melhor caminho para a gestão de pessoas de uma companhia, que quer ter um time misto e eficiente, sem conflitos.

Por Mônica Pavan, CEO Agrhega Consultoria