Quem não se faz essa pergunta? Estamos fechando um ciclo e iniciando outro. O tempo é sábio, ele nos faz ter o sentimento de missão cumprida, muitas vezes com cansaço na alma, e nos enche de esperanças e energia para uma nova fase que se descortina.

O ciclo da vida é realmente incrível. Torna-se degraus para chegarmos no andar que quisermos rumo ao topo. Cabe aqui apenas uma reflexão em qual andar queremos chegar. Quem tem medo de altura jamais poderá pleitear longas escaladas, mas quem não tem, a vida oferece o céu como limite e é nessa direção que as expectativas para um novo ano nos levam.

Só não podemos deixar com que os nossos sonhos sejam abafados pelas frustrações dos outros ou pelas nossas próprias inseguranças. Eu chamo isso de “sabotadores”. Você sabe quais são os seus? Medo, despreparo e falta de planejamento são alguns dos mais comuns entre dezenas de outros subliminares. É exatamente aqui que vale um apoio profissional, que identificará através do seu autoconhecimento onde estes vilões estão alojados.

Por isso eu sempre digo e repito: o tempo é um aliado dos otimistas, um cúmplice dos indecisos e um vilão para os pessimistas.

Portanto, aproveite o relógio a seu favor e dê corda para que ele fique em compasso com as suas realizações o ano todo, tornando prósperas as suas iniciativas e realizando seus sonhos a todo tempo.

Viva um novo tempo, apesar dos pesares e fortifique suas pernas, pois a sua escalada pode ser promissora. Já planejou em qual andar quer parar?

Por Mônica Pavan